terça-feira, 8 de setembro de 2009

A mais bela história de amor

Quem são eles? Gija e Reroal.
Por que eles são interessantes? Porque eles descobriram que amigos nunca se separam.

“...The finish line
is just around the bend.
I'll pause this game,
so our love will never end.
Let's go again.”

Sam Hart. Mario Kart Love Song.

As Personagens

Gija e Reroal são dois grandes amigos que estudaram juntos nos tempos de faculdade. Gija é um cara esperto, sensível, que entende nas entrelinhas e gosta de se relacionar com as pessoas. Também é bastante animado para festas e tem um coração grande, incapaz de ser injusto com alguém. Reroal é do tipo esportista, mais direto, talvez ligeiramente mais tímido, mas igualmente esperto. Para as pessoas próximas, uma pessoa divertidíssima e companhia pra todas as horas. Juntos, uma dupla daquelas que valia por cinco...

A História

Para quem espera outro romance, uma surpresa está por vir. Esta não deixa de ser uma história de amor. Contudo, um amor mais puro, menos carnal e menos efêmero: o amor entre amigos.

Gija e Reroal não se conheciam até fazerem faculdade. No começo, para dizer a verdade, nem eram tão próximos. Mas há coisas que quando têm que acontecer, simplesmente acontecem, como um diria ao outro anos depois.

Aos poucos, foram percebendo o quanto tinham em comum, mesmo sendo tão diferentes. A presença do outro sempre era um conforto. Desabafos. Muitos. Choros no ombro, puxões de orelha, motivação para continuar lutando. E eles foram descobrindo uma amizade que eles desconheciam antes de se encontrarem.

A cada ano que passava, a única certeza que eles tinham é que o futuro estava próximo, era hora de crescer, de arrumar emprego, investir numa proposta diferente. No fundo, eles sabiam que estavam preparados, embora se questionassem às vezes.

A formatura chegou. Para muitos, o último abraço, a despedida, o chororô típico da turma que se separa. Não para os dois. Eles só iam seguir rumos diferentes. Perderiam o convívio diário? Sim. Mas o tempo mostraria que para o amor não existe nenhum tipo de distância.

E eles se amavam, sem vergonha de dizer isso. Eram bem resolvidos o suficiente para entender que um era fundamental na vida do outro sem que isso significasse algo diferente de amizade. Pura. Simples. Necessária.
__________
Gostou? Quer se transformar em um personagem também?

Mande um e-mail para historiacolorida@yahoo.com.br falando um pouco sobre você e qual história gostaria de ver contada aqui numa versão um pouco mais mágica. Sua identidade será preservada por um codinome.

9 comentários:

Rodrigo Pedrotti disse...

Perfeito! A amizade pura e simples. O melhor tema para textos e reflexões como tanto tenho pensado ultimamente. Não sei exatamente quais são os personagens, mas consigo me identificar com a história e com o momento que eles vivem!

G disse...

ah, ow. o melhor texto do mundo. a melhor história do mundo. eu fico na torcida para que esses personagens sigam juntos pra sempre. amizade é qdo a gnt tá junto e nem percebe o tempo passar. pq o tempo passa, mas os amigos seguem juntos.

Rodrigo Pedrotti disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rodrigo Pedrotti disse...

Sou obrigado a comentar de novo. "uma dupla daquelas que valia por 5". Faço minhas as palavras da Gi. O melhor texto de todos!

Naissa Viana disse...

Que bonito, Álvaro!
E amigo que é amigo diz mesmo "eu te amo" sem vergonha nenhuma. Bjos

Renan disse...

hehehe
eu me divirto com esses nomes! O que eu achei legal nessa história é que no começo ela parecia um casal de namorados e depois não era bem assim. Pra gnt ver como amizade e amor são coisas complementares!

Michelle Lima Simões disse...

Adorei! E te falo com experiência de alguns anos de formada: a melhor herança de uma faculdade é a amizade. Também tô torcendo para que continuem sempre juntos, e bem sei, que assim será.

JaqueHarumi disse...

ahnnn...

Apesar de tudo (pra não ficar mto meloso)...
EU TE AMO, Alvritchoooo!!!
Desde o vestibular! XP

PS: mto boa a história. Mais real do q nunca! ;)

Cah. Shinigami ~ disse...

Ah, eu simplesmente adorei!
Sua idéia de elaborar a história original de um jeito mais "mágico" é ótima!
Continua!

=*