domingo, 23 de agosto de 2009

O susto na montanha

Quem ela é? Djore.
Por que ela é interessante? Porque ela vive de acordo com o que seu coração pede.

“…I've had nowhere to go,
missed the bus, missed the show.
I've been down on my luck,
I've felt like giving up.
My life locked in a trunk
when it hurt way too much…”

Nelly Furtado (participação: Juanes). Te busqué.

A Personagem

Djore é uma garota tranquila, simpática e muito atraente. Com as amigas com as quais tem mais intimidade, mostra uma personalidade mais irreverente e descontraída. Para quem não conhece, parece levemente tímida. Para sua família, uma incógnita. Ela não tem um relacionamento de amizade com as pessoas em sua casa a ponto de permitir que elas a conheçam de verdade. Ela tem medo que não gostem do que descobrirão.

A História

Djore, como já dito, é bastante intuitiva, e costuma agir de acordo com o que sente, e não conforme pensa. A história de hoje é uma aventura que nossa protagonista escolheu viver, e que não teve o final que ela esperava.

Djore tinha um namorado, Litted. Seus pais, obviamente, não sabiam do romance. Litted era um cara mais velho, quase formado, com quem ela se sentia segura e protegida e pretendia quem sabe dividir o futuro.

Normalmente, eles se encontravam na casa dele, um lugar pequeno, mas aconchegante, onde Litted morava sozinho. Um dia, porém, ele fez um convite inusitado: queria passar um fim de semana com ela, longe de tudo e de todos. Ela aceitou.

Inventou uma história qualquer para os pais e fugiu com ele. O destino era uma cidade montanhosa, fria e linda. Iriam acampar, tomar chocolate quente e dormir de conchinha. O fim de semana romântico perfeito. Partiram.

A sexta-feira foi deliciosa, lareira, cachecóis, um pouco de conversa e amor esquentado pelo fogo. No sábado, a surpresa (Litted não é um monstro, agora chegou a hora de você parar de imaginar que ele fará alguma coisa ruim a ela. Ele a amava.).

Uma batida na porta assustou o casal que dormia abraçado às duas da tarde. Litted abriu a porta e foi jogado ao chão por um pai furioso, que mandou a filha recolher as coisas para que eles fossem embora imediatamente. Ela obedeceu, para evitar maiores constrangimentos.

O pai proibiu Djore de ver Litted. Ele já desconfiava do relacionamento há algum tempo e soube por uma fonte infeliz dos planos do casal para o fim de semana.

Litted acabou terminando o romance com ela, por não conseguir viver uma relação estável e saudável. Mas o amor dela não tinha acabado. E o pai se perguntava porque a garota não conversava com a família.
__________
Gostou? Quer se transformar em um personagem também?

Mande um e-mail para historiacolorida@yahoo.com.br falando um pouco sobre você e qual história gostaria de ver contada aqui numa versão um pouco mais mágica. Sua identidade será preservada por um codinome.

Vai ser um prazer conhecer você!

7 comentários:

Laila Hallack disse...

AMEI essa história! e esse seu novo blog me deixa sempre curiosa: "quem será a inspiração?"

me identifiquei um pouco com essa. :)

Rodrigo Pedrotti disse...

os últimos dois textos estão com histórias muito boas. E me junto ao coro da curiosidade. Um dia vc bem podia contar quem são as inspirações.. hehehe

Naissa Viana disse...

Confesso que também lembrei da Laila quando li hehe
Uma curiosidade: tem recebido e-mails com histórias?

disse...

Alvaro, um blogueiro diferente. Um texto bom de ser lido!

Vou linkar você também!!!

jess disse...

seu novo blog me deixa sempre curiosa: "quem será a inspiração?"
[2]

Cara nem preciso dizer o quanto me alucina o seu blog...q se tornou um habito[um otimo] ler os seus textos...os do hag e os do fee... como vcs mexem cmg gente....

Lilian Gratti disse...

fantástico esse blog!
virei fã!
hj to comentando, baixinho, pq só li 2 textos, rs

daqui a pouco comento mais e mais alto!!!!!!!!

bjs
da Li

Michelle Lima Simões disse...

Adoooooro imaginar os meus nessas histórias. Tadinha da Djore!
Ah neim... se for um grande amor mesmo, daqueles de verdade, será que não vale a pena enfrentar a família?
Que triste!

Beijo, beijo!