sexta-feira, 14 de agosto de 2009

A primeira transformação

Quem ele é? Ryan.
Por que ele é interessante? Porque ele descobriu e encarou o segredo de sua felicidade.

"...Super vitamina dos reflexos
tão complexos
de ambos os sexos..."

Erasmo Carlos. Close.

A Personagem

Ryan era um garoto que cresceu numa família de mulheres. Muitas irmãs, tias, primas, mãe e um pai que não era uma pessoa muito presente. E era com elas que ele brincava, à medida que crescia. Suas referências sempre foram elas, as mulheres. E quando o garoto chegou na puberdade, notou que as referências dessem a ele mais do que simples entendimento do universo feminino. Ele se sentia pertencente àquele universo.

A História

Muitos Ryans existem, espalhados pelo mundo. Mas com poucos deles aconteceu o que aconteceu com nossa personagem de hoje tão rapidamente. Passando para o ponto em que é necessário chegar para compreender a história dele, começamos com seu primeiro beijo: em uma garota.

Dara foi a experiência que permitiu a Ryan descobrir sua homossexualidade. Muito além disso, ele descobriu que não era um menino, a não ser pelos órgãos que comprovavam seu sexo. E ele decidiu que, se se sentia como uma menina, era assim que ia se comportar.

Pouco tempo depois, o cabelo já estava comprido, bem cuidado. Unhas impecavelmente feitas e os pelos no corpo desapareceram como magia. Para a mãe, apenas um garoto asseado que gostava de sua aparência delicada. Ele realmente era muito bonito.

Vestido normalmente, ele disse para a mãe que iria para uma festa. Não mentiu, embora antes tenha passado na casa de sua melhor amiga, Lígia. Ali aconteceu a primeira transformação. A camiseta deu lugar a um sutiã de enchimento e uma camisa jogada de lado. A calça jeans ficou mais apertada.

O cabelo ganhou um penteado feminino e a pele, maquiagem. Ana (ou Ryan) foi para uma de suas noites mais divertidas. Dançou, se empolgou, fugiu da realidade que não pertencia a ele para viver o mundo dela. Da próxima vez, pensou, já podia até arrumar um namorado.

__________
Gostou? Quer se transformar em um personagem também?

Mande um e-mail para historiacolorida@yahoo.com.br falando um pouco sobre você e qual história gostaria de ver contada aqui numa versão um pouco mais mágica. Sua identidade será preservada por um codinome.

Vai ser um prazer conhecer você!

3 comentários:

G disse...

junta todas as suas ideias, escreve um livro e publica! vc tem o dom de transformar fatos em histórias!

jess disse...

assim...cabou? mais e Ryan...oq aconteceu...como ele ta... aiii axu q naum podia acabar,..

Mr. HaG disse...

Ai ai... Será que devo mandar uma história também?

Ah, não prefero que crie por si só...

Confio em Alvaro Dyogo...

Ótimo texto, vou ler os outros!